quinta-feira, 13 de agosto de 2015

[Top 5] Os melhores "Quem matou?" de Gilberto Braga

"Quem matou Murilo?" entra pra lista de mistérios do universo de Gilberto Braga

     Se tem um autor que gosta de utilizar o recurso "Quem matou?" em suas obras é o Gilberto Braga. Muitas pessoas podem achar que se trata de algo ultrapassado, sem criatividade, etc. Mas acho que com o autor de "Babilônia" isso funciona como estilo mesmo. 

     E falando na novela das nove, um enigma promete agitar os próximos capítulos de "Babilônia". Murilo (Bruno Gagliasso), será assassinado durante a festa de aniversário de Alice (Sophie Charlotte). Depois do personagem aprontar muitas para cima de vários personagens, suspeitos é que não vão faltar para essa lista!  E para entrar no clima, selecionei os 5 melhores mistérios criados pelo autor*. Confira:

*Contém spoilers


5º - Quem matou Lineu Vasconcelos? - "Celebridade" (2003)


     O poderoso empresário Lineu Vasconcelos (Hugo Carvana) é bem-sucedido, autoritário e desacostumado a ter sua vontade contrariada. Ao longo da trama de "Celebridade", Lineu é assassinado e, no último capítulo, descobre-se que a vilã Laura (Claudia Abreu) é a assassina. 
     Laura confessa ter matado Lineu, porque ele lhe roubara as provas que confirmariam a autoria de Ubaldo (Gracindo Jr.), seu pai, na música Musa de Verão. A mãe de Laura era a verdadeira musa da canção, e não Maria Clara (Malu Mader), que se tornou empresária rica e famosa desconhecendo a verdadeira história. Por isso, Laura rouba os bens, o prestígio e a fama de Maria Clara.
       No último capítulo, Laura e seu comparsa Marcos (Márcio Garcia), acabam assassinados pelo também vilão, Renato Mendes (Fábio Assunção), que vai preso. Antes de morrer, Laura confessa que matou Lineu.













4º - Quem matou Otacílio Martins Fraga? - "Labirinto" (1998)

      
      André (Fábio Assunção), impede o sequestro de Leonor (Betty Faria), esposa de Otacílio Martins Fraga (Paulo José), dono do grupo Martins Fraga. Agradecido, o empresário oferece a André um emprego e ele aceita.
      No novo ambiente de trabalho, André reencontra Júnior (Marcelo Serrado), seu amigo de colégio, e filho mais novo de Otacílio. André se apaixona pela garota de programa Paula Lee (Malu Mader) e também se sente atraído por Virgínia (Luana Piovani), namorada de Júnior.
       Durante a festa de reveillon em sua casa, Otacílio é assassinado. Quem presencia o ato, mas não vê o rosto do assassino é o próprio André, que momentos antes também descobriu que Leonor é amante de Ricardo (Antonio Fagundes). Por imprudência, André se torna o principal suspeito do assassinato.
      No final é revelado que o próprio filho de Otacílio, Júnior, é o responsável pelo assassinato. No dia do crime, Otacílio recebeu um arquivo sobre as fraudes nas finanças da empresa, que indicavam que Júnior sabia de tudo.





3º - Quem matou o Barão Henrique Sobral? - "Força de um Desejo" (1999)


     O Barão Henrique Sobral (Reginaldo Faria) casou-se com a cafetina Esther Delamare (Malu Mader) sem saber que ela é apaixonada por seu filho Inácio (Fábio Assunção), e que eles viveram um intenso romance no passado. Esther também desconhece que seu marido é pai de seu grande amor.
      Quando Esther e Inácio descobrem que terão que viver sob o mesmo teto, tentam se evitar, mas com o tempo acabam esclarecendo o mal entendido que os separou. Porém, ela se recusa a abandonar o Barão. Inconformado com a grave situação financeira da fazenda de seu pai, Inácio decide se casar com Alice (Lavínia Vlasak), herdeira do também fazendeiro Higino Ventura (Paulo Betti), inimigo do Barão.
      No dia do noivado, não mais suportando estarem separados, Esther e Inácio decidem fugir, mas o Barão Henrique é assassinado e a culpa recai sobre Inácio. No capítulo final, descobre-se que a responsável pela morte do Barão é Bárbara Ventura (Denise DelVecchio), mulher de Higino, que também foi responsável pela morte de vários personagens. O motivo? O Barão descobriu que Bárbara matou a primeira mulher dele,  a baronesa Helena Sobral (Sônia Braga). Helena e Higino tiveram um caso no passado, e por medo de perder o marido, que ainda era apaixonado por ela, Bárbara a envenenou.






2º - Quem matou Odete Roitman? - "Vale Tudo" (1988)


      O mais famoso mistério do autor e um dos mais marcantes de toda teledramaturgia nacional, "Quem matou Odete Roitman?" agitou o final do ano de 1988. Todo mundo queria saber quem deu fim a uma das maiores vilãs de todos os tempos!
      Odete (Beatriz Segall) é uma mulher autoritária ao extremo, que detesta o Brasil com todas as forças. Para alcançar seus objetivos ela é capaz de usar os mais baixos artifícios. Sem nenhum pudor, ela manipula a todos para conseguir o que quer. Ai daquele que ousar se meter com Odete Roitman; ela é capaz de reduzir a pó! Uma das principais vítimas da arrogância de Odete é a protagonista Raquel Accioli (Regina Duarte), uma mulher íntegra, que subiu se tornou uma grande empresária no ramo de alimentos de forma honesta. Odete faz de tudo para separá-la de seu grande amor, Ivan Meireles (Antonio Fagundes), para que o administrador de empresas se case com sua filha, Helena (Renata Sorrah).
      Mas todo seu poder não foi suficiente para livrá-la da morte. Odete foi assassinada nos capítulos finais de "Vale Tudo", e por engano! Leila (Cássia Kis Magro) deu três tiros na megera, pensando e tratar de Maria de Fátima (Gloria Pires), a amante de seu marido, Marco Aurélio (Reginaldo Faria).






1º - Quem matou Miguel Fragonard? - "Água Viva" (1980)


      Escolhi o "Quem matou Miguel Fragonard?" como o melhor porque, pra mim, é um dos mais coerentes e o que mais me surpreendeu de verdade até hoje. Não pela revelação do mistério em si, mas pela genialidade do autor em criar uma trama tão rica e bem desenvolvida.
      Em "Água Viva", Miguel (Raul Cortez) não tinha muita afinidade com seu irmão, Nélson (Reginaldo Faria). Ambos não compartilhavam do mesmo estilo de vida. Enquanto Miguel era um cirurgião plástico bem-sucedido, Nélson preferia viver de renda, curtindo a vida. E para piorar a situação entre eles, os irmãos Fragonard também lutavam pelo amor de Lígia (Betty Faria).
      Mesmo com todas as desavenças, Miguel se preocupava com Nélson e quando ele perdeu todos os seus bens, Miguel investigou. Mas, na reta final de "Água Viva" ele acabou sendo assassinado por Kleber Simpson (José Lewgoy), ex-tutor de Nélson, quando descobriu que ele estava envolvido no golpe que seu irmão sofrera.


       Além das obras citadas, Gilberto Braga também utilizou o recurso nas novelas "Paraíso Tropical" - Quem matou Taís? - (2007) e "Insensato Coração" - Quem matou Norma? - (2011).

Nenhum comentário:

Postar um comentário