sexta-feira, 19 de agosto de 2016

[Resenha] "A História de Nós Dois", por Dani Atkins

     Após a excelente experiência com o primeiro livro de Dani Atkins, "Uma Curva no Tempo", lançado pela editora Arqueiro no ano passado, nada mais natural que nós, leitores, tivéssemos interesse em conhecer outras obras da autora.

     Quando pesquisei sobre a carreira de Dani Atkins, outros dois livros escritos por ela me chamaram atenção, entre eles o "Our Song", que pelo pouco que li sobre ele, me pareceu bastante envolvente; logo imaginei que ele seria o próximo a ser lançado no Brasil. Mas quando entrei em contato com a editora, eles me informaram que "A História de Nós Dois" já estava com lançamento marcado. Mesmo assim fiquei contente, pois ele também me pareceu um livro bastante interessante.

     Após o lançamento de "A História de Nós Dois", eu o adquiri imediatamente, embora precisasse adiar sua leitura em alguns meses, pois haviam outros títulos na lista de espera para serem lidos há mais tempo.

     O livro conta a história de Emma Marshall que, ao retornar de sua despedida de solteiro com suas melhores amigas, Amy e Caroline, sofre um grave acidente, quase perde a vida, mas é salva por Jack Monroe, um escritor que, por sorte, estava passando pela estrada poucos minutos após o acidente. Desde o momento em que Jack retira Emma do carro que estava prestes a explodir, a nossa protagonista sente uma estranha ligação com o forasteiro, que está na cidade apenas por um tempo até finalizar as pesquisas para o seu próximo romance. Emma atribui esse novo sentimento ao fato de Jack ter salvo sua vida, mas no fundo, ela se sente aliviada quando ela e seu noivo, Richard, decidem adiar o casamento devido às consequências do acidente.

      As semanas se passam e Emma fica cada vez mais envolvida por Jack, e sabe que o sentimento por ele é recíproco. E isso fica ainda mais evidente quando segredos do passado a atingem como uma forte onda, que abala tudo aquilo que ela imaginava ter construído durante toda sua vida. Mesmo assim, Emma não consegue decidir que caminho deve seguir. Apesar de de sua relação com Jack lhe causar sensações que ela nunca sentiu na vida e ser o único que a entende, é com Richard que ela estava prestes a se casar, e é ele quem ela sempre amou, desde criança.

      Quem conhece o estilo de Atkins, sabe que essa história aparentemente clichê nas mãos da autora rende momentos de drama, tensão, suspense e descobertas surpreendentes. Acredito que é impossível não criar boas expectativas. E, de fato, foi o que aconteceu. Não acreditei que "A História de Nós Dois" me surpreenderia mais que "Uma Curva no Tempo", mas confesso que chegou muito próximo disso.

      "A História de Nós Dois" já começou provocando fortes comoções. Algo que não está previsto na sinopse acontece, me causando espanto nos primeiros capítulos. Tal fato nos deixa apreensivos para saber o que acontece a seguir, de modo que a leitura flui de forma extremamente rápida. 

     Além da trama central, outro tema retratado no romance é a Alzheimer. E isso faz com que o livro fique ainda mais emocionante, pois é retratado com muita delicadeza. É uma das partes que nos deixa mais sensibilizados, porque, mesmo na ficção, é enternecedor ver uma personagem com um passado grandioso, repleto de conquistas, ter suas memórias e outras importantes funções cognitivas sendo danificadas gradativamente.

     Mas não é só de momentos de melancolia que vivenciamos na leitura de "A História de Nós Dois". As situações cômicas também estão presentes. Monique, a proprietária da livraria onde Emma trabalha é uma das principais responsáveis pelos momentos de humor do romance, além da própria Emma, que arranca boas risadas em algumas situações, digamos, constrangedoras.

      De aspectos negativos, não há muito o que dizer. Apenas o quanto achei o personagem Richard insuportável. Sério, dava vontade de jogar o livro longe quando ele se comportava da forma mais cretina possível. Aliás, as partes mais chatas eram exatamente nas cenas em que ele estava presente. Nem mesmo suas boas atitudes no final (que me soaram bastante suspeitas, aliás) me tiraram a péssima impressão que fiquei dele.

     Uma importante lição que podemos tirar de "A História de Nós Dois" é que não devemos fazer escolhas na nossa vida pensando apenas na felicidade de segundos e terceiros. Pode parecer egoísta, mas não é. Só faremos as pessoas ao nosso redor se sentirem felizes, se também estivermos felizes. Isso pode não ficar evidente no início, mas com o tempo é o que acontece.

     Com mais um romance, Dani Atkins consegue me surpreender e superar minhas expectativas. É uma autora que, a  cada trabalho, comprova seu imenso talento. E é com ansiedade que vou aguardar e torcer muito para que outros livros de sua autoria sejam lançados. 


Nota:     

Nenhum comentário:

Postar um comentário