terça-feira, 3 de janeiro de 2017

[Sinopse] "Dois Irmãos", de Maria Camargo


     Baseada na obra de Milton Hatoum, escrita por Maria Camargo e com direção artística de Luiz Fernando Carvalho, "Dois Irmãos" é a nova minissérie da Globo, que estreará no dia 09 deste mês. 

     Mais uma vez a emissora leva para a televisão uma obra da literatura brasileira. Eu, particularmente, fico entusiasmado quando isso acontece, pois muitos livros eu conheci através de suas minisséries. E assim como acontece com as adaptações cinematográficas, acredito que o público acaba se interessando em conhecer as obras que deram origem a essas produções.

     O mote principal da minissérie são os desafetos e intensos conflitos de uma família de imigrantes libaneses. Na minissérie de dez capítulos, a rivalidade entre os gêmeos Omar e Yaqub será capaz de abalar os laços entre Halim, Zana  e seu clã.



Sinopse


     Em um período em que a capital amazonense passa por significativas transformações, surge o amor de Halim (Bruno Anacleto/ Antonio Calloni/ Antonio Fagundes) e Zana (Gabriella Mustafá/ Juliana Paes/ Eliane Giardini). Mascate, ele é mais um dos estrangeiros, entre libaneses, sírios e judeus marroquinos, que frequentam o restaurante do pai dela, Galib (Mounir Maasri). Após criar coragem, o jovem se declara e conquista o coração da bela, que sonha em ter filhos. "Pelo menos três", exige.


     A contrariedade de Halim em gerar herdeiros vem do medo que ele tem de perder os momentos deliciosos que passa ao lado da esposa. E ele tinha razão. Logo na primeira gravidez, Zana dá à luz gêmeos e tudo muda. O caçula dos meninos nasce com problemas respiratórios e acaba se tornando alvo do carinho desmedido da mãe, que acredita em uma suposta fragilidade da criança. Sem perceber, Zana cria uma verdadeira obsessão pelo filho, plantando, assim, o rancor no coração do outro, Yaqub (Lorenzo Rocha/ Matheus Abreu/ Cauã Reymond).

     A partir daí, uma série de escolhas da matriarca acaba por afastar ainda mais os rebentos. Tempos depois, nasce Rânia (Letícia Almeida/ Bruna Caram), condenada a viver à sombra dos irmãos. Halim não se conforma com a predileção da esposa por Omar (Enrico Rocha/ Matheus Abreu/ Cauã Reymond), mas também não consegue enfrentar a personalidade forte da amada.

     Uma grande tragédia, no entanto, mudará para sempre a relação dessa família. Tomado de ciúme ao ver o irmão aos beijos com Lívia (Monique Bourscheid/ Bárbara Evans), durante uma sessão de cinematógrafo na casa de Estelita (Maria Fernanda Cândido/ Carmem Verônica) e Abelardo (Emilio Orciollo Netto/ Ary Fontoura), Omar quebra uma garrafa e corta o rosto do irmão. Eles param de se falar.

     Decidido a fazer os filhos selarem as pazes, Halim resolve enviá-los para o Líbano, em meio à Segunda Guerra Mundial. Zana, porém, se mostra relutante até o último segundo. E, ao chegar ao porto, no momento do embarque, solta a mão de Yaqub, mas não consegue se desprender de Omar.


     Yaqub, então, viaja sozinho, e o período longe de casa o transformará de maneira irreversível. O retorno para casa, no pós-guerra, terá consequências inimagináveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário